7 de abr de 2011

“Casinha de sapé”

Eu queria
Morar
No meio
Do mato
Numa casinha
De sapé
Ia andar descalço
Nadar
Pelado
No rio
Ia pescar
Dormir
Na rede
Viver
Do amor
Que transborda
Em nós
Eu queria
Me embrenhar
Na mata
Ficar
Ouvido
Os pássaros
E tomar
Banho
De chuva
E fazer
Amor
Sem ter hora pra acabar