"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

7 de abr de 2011

“Casinha de sapé”

Eu queria
Morar
No meio
Do mato
Numa casinha
De sapé
Ia andar descalço
Nadar
Pelado
No rio
Ia pescar
Dormir
Na rede
Viver
Do amor
Que transborda
Em nós
Eu queria
Me embrenhar
Na mata
Ficar
Ouvido
Os pássaros
E tomar
Banho
De chuva
E fazer
Amor
Sem ter hora pra acabar