7 de abr de 2011

“Carinhos”

Meu carinhos
São teus
Mas doou
De vez
Em quando
A quem
Precisa
A quem
Me pede
Não posso
Negar
Algo
Que é teu
E sobra
Em mim
Não posso
Deixar
De lado
Corações
Aflitos
Meus carinhos
São teus
Apenas divido
Um pouco
Com quem me
Pede
Não me negues
Esse favor
Empresta-me o que é teu