7 de abr de 2011

“Bom senso”

Faz tempo
Que deixei
De lado
Bom senso
Deixei
De lados
As marcas
E as etiquetas
Deixei
De lados
Hábitos
E costumes
Faz tempo
Que deixei
As leis
Guardadas
Na gaveta
E a estante
Cheia
De poeira
Faz tempo
Que não me olho
Mais no
Espelho
Não faço
A barba
Nem penteio
O cabelo
Nem sei mais o que é bom senso