7 de abr de 2011

“Até que enfim encontrei você”

Pensei
Que nunca
Mais fosse
Ver você
Até pensei
Que tivesse
Evaporado
Junto
A fumaça
Do seu cigarro
Esqueci
De procurar
Pelos bares
Boêmios
Da vida
Na noite
De tantas noites
Imundas
Até que enfim
Encontrei
Você
Bebendo
Para esquecer
O que não se esquece
Pensei
Que nunca mais
Fosse olhar
Seus olhos
Ainda cheios da mesma vida