"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

16 de mar de 2011

O que
Temo
Não é a solidão
Nem a dor
Nem a morte
O que
Temo
É fazer
Quem está
Perto
De mim
Sofrer
Pelos meus
Erros
Pelas minhas
Inconseqüências
O que
Temo
Não é que
Me façam chorar
Sei que posso
Suportar
O que
Temo
São as lágrimas
Que possam vir
A derramar
Por mim
Isso faria minha alma
Apodrecer no inferno de mim