30 de mar de 2011

“Noite & dia”

Noite
Sombra
Do dia
Morto
Na calçada
Dia
Luz
Da vida
Refletida
Nos ecos
Sem som
Dia
E noite
A mesma
De todas
As vidas
E tantas
Vida
Jogadas
Em valas
Esquecidas
Noite
O escuro
Da vida
Dia
Que se pensa
Ver
E o eco
Sem som