16 de mar de 2011

Fico
Quieto
No meu
Nato
Fico
Escutando
As palavras
Que não me cabem
Fico
Mordendo
Meus lábios
Fico me corroendo
Com tanta
Hipocrisia
Fico
Triste
Por tanta
Covardia
Se fala
Por trás
Por falta
De coragem
De olhar
Nos olhos
Fico
Quieto
Com minha
Fiel escudeira
A solidão
Sofro menos
Escutando apenas