26 de mar de 2011

“Deusa do amor”

És a
Deusa
Do amor
Do amor
Que sinto
Talvez
Não sejas
Nada disso
Mulher
Comum
Fantasiada
De desejo
És a
A deusa
A deusa
Inconfessa
Dos meus sonhos
És
Quem em faz
Suspirar
Ainda que vivo
És
Ainda quem
Faz-me viver
Depois de morto
És a mulher
Fantasiada
De amor
E eu de louco sonhador