2 de mar de 2011

começo
a ter medo
tanta
maldade
a vida
já não vale
nada
está todo
mundo sem amor
fazem guerra
se matam
começo
a crer
que o amor
de verdade
morreu
não há mais
porque
as flores
estão sem perfume
os ventos
já não resfrescam mais
chove
quando era pra fazer
sol
e há terra
seca
onde deveria
existir mar
começo
a ter medo
medo
de tudo
medo de quem
me olha
medo
do que pensam
de mim