20 de mar de 2011

"Balada do inimigo"

Abro
As portas
Do inferno
Para meus amigos
Para os meus
Inimigos
Abro
As portas
De casa
Sirvo
Café
Leire
E bolacha
Ligo
O som
Começo a ouvir Lobão
E deixo
O tempo
Passar
E agradeço
Aqueles
Que cuidaram
De mim
E do meu caminho
Abro
Para meus inimigos
As portas
Do paraíso
E para os amigos as portas do meu inferno