13 de fev de 2011

vou
sim
navegar
em teu mar
e desvendar
teus mistérios
vou
sim
ficar
a deriva
em tuas
verdades
e nada
me importa
se há passado
se há
incertezas
vou
sim
deixar
que teu mar
me leve
ao teu destino
vou
sim
querer
tua pele
queimada
de sol
vou
sim
querer
a mesma brisa
que te refresca
vou
sim
mergulhar
de cabeça
nas profundezas
silenciosas
dos olhos teus