13 de fev de 2011

rasgue
as fotos
as cartas
queime
as roupas
e todo
passado
que não lhe
faz bem
faça
as malas
compre
passagem
quebre
o telefone
o relógio
as maçanetas
vedes
as janelas
pixe
as paredes
se desfaça
das promessas
quebre
os contratos
dispa-se
da tristeza
mande
a solidão
embora
feche a porta
de saída
esvazie
as gavetas
sai
de dentro
de si
pegue
a estrada
carona
com o vento
e respire
e sinta
a vida tomar
conta de você