21 de fev de 2011

Hoje

Matei

De vez

Meu coração

Hoje

Deixei

Meu coração

Sangrar

Até

A última gota

Não há

Mais nada

Que eu possa

Fazer

Não há mais coração

Batendo

Descompassado

Em meu peito

Não há mais

Vozes E gritos

Que me atordoavam

Agora

Ouço

A razão

Agora

Não erro

Não há mais

Coração algum em meu peito

Nem o meu, nem o seu