28 de jan de 2011

escrever
não é brincar
de faz de conta
assim
como amar
não pode
ser brincadeira
de criança
escrever
é coisa séria
é transformar
sentimentos
é direcionar
mostrar
o caminho
tem que ter
mais do que tudo
amor
não pode ser
complicado
não pode
ter traços
de dor
mesmo que chore
o poeta
mesmo que morra
tudo a sua volta
não pode haver dor
escrever
não é brincar
é se expor
se rasgar
se entregar