30 de jan de 2011

cada vez
mais
me perde
cada vez
mais
tens a minha
indiferença
e o meu desamor
porque mentes
porque és vazio
porque fingis
ser quem não és
cada vez
mais
me desconheço
e me culpo
por ter acreditado
que seria
diferente
foi diferente
para pior
ainda choras
e diz
sentir
no ombro
a culpa
a culpa
é tua
a minha foi
apenas ter confiado
a ti
meu corpo
e me traiste
no momento
exato
do teu gozo
cada vez
mais
me arrependo
de ter deixado
que tu
entrastes na minha vida
e pior
de tudo
me dói
saber
que jamais
sairá
de mim