21 de nov de 2010

Eu posso ir
Te sentir
Te amar
E voltar
Como se nada tivesse
Acontecido
Eu posso
Ir
E me arrepender
Para sempre
De não ter
Vivido
Eu posso parar
De sonhar
Posso acordar
Como sempre
Sem ter
Dor alguma
De ter errado
De não ter vivido