31 de ago de 2010

ME DESCONHEÇO*

Às vezes
Não sei
Quem sou
Me desconheço
Às vezes
Me olho
E não me vejo
Refletido
No espelho
É como se eu fosse
O que sou
Atitudes
Desconhecidas
Às vezes
Não quero ir
E fui
Sem perceber
Me desconheço
Pareço
Meio morto
Meio vivo
Inerte
Às vezes
Sem voz
Às vezes
Sem dor
Me desconheço
Me olho
E não me vejo