28 de mai de 2010

EVIDÊNCIAS*

é evidente que
não ia dar certo
nada
entre nós
você
vem de marte
eu
de plutão
você fala
grego, espanhol e alemão
eu não falo nada
só escrevo o que penso
mal sei falar
mas sei
pedir
é evidente
que somos plenamente
diferentes
tu feita
e vestida
de sonhos
eu
amante
das noites e das estrelas
que me inspiram
somos
diferentes
cada qual montado
em seu orgulho
é evidente
não ia dar
não deu