25 de abr de 2010

QUEM SABE

quem sabe
acordamos
um dia na mesma
cama
quem sabe
um dia possamos
juntos
de novo
compartilharmos
os mesmos sonhos
quem sabe
na mesma rua
debaixo
da mesma árvore
possamos
fazer
de novo
nossos olhos
se encontrarem
quem sabe
nos separando
voltemos
a nos encontrar
quem sabe
venhamos
a sentir falta
de nós
quando ousávamos mais
brincávamos mais
e não nos levávamos
tão a serio
quem sabe
um dia
a gente possa entender
que viver
é bem mais
que isso
e possamos despertar
quem sabe
de um mesmo sono
um dia
quem sabe