27 de abr de 2010

POETA

poeta
é isso
é ver o mundo
com outros olhos
e amar sempre de outo modo
é desenhar
paixões
inventar
reescrever
sofrer sem sentir dor
poeta
é sentir
a solidão rasgar
os verbos
conjugados
no infinito
é amar a noite
e seus fantasmas
é querer
viver a liberdade
que não mais se tem
poeta
é encontrar
encanto
nas flores
pisadas
no jardim
é encontrar a paz
sem ver o mar
é sentir
o mar
mesmo que distante
poeta
é escrever
o que sente
e fazer entender
que viver
que amar
que lutar
sentir dor
saudades
que enlouquecer
faz parte