27 de mar de 2010

FALTA DE VOCÊ

sinto
agora
a falta de você
sinto
agora
falta do teu calor
falta do teu corpo
que me aquece
sinto
agora
falta da sua respiração
me sinto vivo
mesmo quando a noite
leva embora minha vida
sinto
falta agora
de você
e do seu abraço
que me dá no meio dos meus
sonhos
me prendendo
em você
sinto
agora
falta de você
em mim

TEMPO

o relógio
engole minhas horas
come minha vida
atropela o que eu quero
.
o relógio
me deixa cada vez
mais velho
e nem no espelho
me olho mais
.
não quero me ver
como sou hoje
quero me lembrar
como era ontem
gosto de me sentir
ainda jovem
.
quero me enganar
quero não mais olhar
o relógio
o relógio que engole
minha vida
minha paz
meu tempo

NOVAMENTE

de novo
volro
para o mesmo ponto
de onde parei
como
se devesse ainda
resgatar
ou pagar
o que não paguei
de novo
com os mesmos passos
e pensamentos diferentes
de novo
eu no mesmo lugar
cercado de mim
por todos os lados
de novo
volto
montado
sobre os mesmos passos

SEM SOL

aqui
não tem sol
nem tem ar
.
aqui não tem vento
tem apenas
alguns
quase
extintos pensamentos
.
aqui
estou só
sem estar sozinho
aqui
consigo ainda
guardar meus segredos
.
consigo
não mais
sentir medo
aqui
e não
e não em outro lugar

OLHOS CANSADOS

olhos cansados
pensamentos
que voam
saem de mim
pensamentos
soltos por aí
não me sinto preso
sinto-me leve
sei o que quero
sei onde onde estou
voou sem asas
aqui nesse lugar
sob luzes que não iluminam
olhos cansados
e a noite já entregue
e o dia já nascendo
e eu aqui
voando em pensamentos