8 de fev de 2010

BEM QUERER

É bem mais
Que bem querer
É querer demais
Querer o bem
É bem mais
Que uma paixão
Incandescente
Um bem querer
Diferente
Um carinho
Que se faz
No soprar do vento
No cair da noite
Nas lembranças
Das palavras
Que ficam
É bem mais
Que um bem querer
É querer demais
Ser a paz
Ter dias
De paz
É bem querer
Paixão
Que ensina
Que faz tudo
Valer à pena

ESPERANÇA DE AMOR

Sonharei
Sempre
O amor
Mais belo
Com os sentimentos
Mais intensos
Terei sempre
A esperança
Do amor
Sincero
É o que mais quero
É o que espero
Sonharei sempre
Com a beleza
De todos os dias
Estarei aqui
Atenta para que nada
Do amor
Se perca
Terei em mim
Sempre
A esperança do amor
Do eterno amor
Na fé que
Ele sempre aconteça
Sonharei
Sempre

DECLARAÇÃO

Tantas
Palavras
Que não dizem
Nada
Tantas
Declarações
Perdidas
Vazias
Não me engano mais
Quero
As verdades
Mais cruas
Não quero mais
Nenhuma declaração
Sem emoção
Quero serenatas
Quero
Sentimentos
Verdadeiros
Quero
Abraços
Não quero somente
Palavras
Quero gestos que mexam
Com meu coração
Com minha alma
Amor de verdade

PAIXÃO

Cada paixão
Faz com
Que me sinta
Única
Faz de mim
Especial
Cada paixão
Que surge
Deixa meu
Coração agitado
Me faz voar
Por mundos
Distantes
Cada paixão
Que acontece
Transforma
Meus dias
Enche
De esperança
Meu coração
Me faz pular
De alegria
Cada paixão
Me faz sonhar
E querer amar
Cada vez mais

AMOR MATERNO

Estarei sempre
Com os braços
Abertos
Para proteger
Quem amo
Estarei sempre
Pronta
Estarei sempre
Atenta
Aos prantos
Dos meus filhos
Estarei
Sempre
Esperando que venham
Até mim
E não me esqueçam
Haverá
Em mim
Sempre o amor
Maternal
Amor que não morre
Amor que não passa
Não acaba
Estarei sempre
Com os braços
Abertos
Para abraçar e proteger

AMOR A PRIMEIRA VISTA

Não há

Amor que encante mais

Do que o amor

Que acontece

Derrepente

Num piscar

De olhos

Amor à primeira vista

Amor que fica

Na pele

No ar

No pensamento

Não há

Amor

Mais sincero

Mais intenso

Amor mais completo

Do que amor

Que acontece

No olhar

No disparar do coração

Amor

À primeira vista

Amor que acontece

Sem querer

Sem esperar

Amor que fascina



ENCANTOS

Gosto
Dos encantos
Naturais
Aqueles
Que acontecem
Sem esperar
E enchem
Os olhos
De alegria
Gosto
Dos gestos
E das palavras
Que fazem pensar
Gosto
De tudo
Que deixa sua marca
Tudo
O que encanta
Meus olhos
E me faz querer mais
Tudo
Que seja natural
Especial
Único
E cheio de encanto
Como o amor

AMIZADE

Amigo
Para mim
É aquele
Que mesmo
Distante
Não me esquece
Aquele
Que de um jeito
Ou de outro
Sempre aparece
Pra perguntar
Se está tudo bem
Amigo
Pra mim
É aquele
Que está no vento
Está nos dias
Nas noites
Está sempre presente
De alguma maneira
Presente
Amizade
É isso
É deixar
No outro
Sempre um pouco
E o melhor de si

RESPEITO

Vivendo
Aprendi
A respeitar
As diferenças
E são tantas
Tantas
Diferenças
Vivendo
Descobri
Que o respeito
É irmão do amor
Pai da liberdade
Vivendo
Cada dia
Passei
A entender
Os loucos
Que andam por aí
Contando
Estrelas
Falando com pombos
Chorando sozinho
Entendi
Minha loucura também
Vivendo
Aprendi
Que sou parte de tudo isso

INOCÊNCIA

Guardo
Em meu coração
Toda inocência
Do amor
Que sinto
Guardo
Em mim
Os melhores
Sentimentos
Tenho ainda
O primeiro
Olhar em mim
O gosto
Quente do primeiro
Beijo
Guardo
Em mim
A inocência de suas
Palavras
Sua timidez tão
Explicita
Guardo
Em meu coração
A inocência
Do meu primeiro amor
Ainda vivo
Em mim

FIDELIDADE

Minhas mãos
Em tuas mãos
Meus olhos
Apenas em
Teus olhos
Meu mundo
Apenas teu mundo
Não quero mais
Não preciso
Demais
De nenhum
Outro mundo
De nenhum outro amor
Teu coração
Em meu coração
Não preciso
De mais
Nenhum amor
Nada mais
Me fascina
Só tua paz
Tua alegria
Teu mundo
Teu amor
Minha mãos
Em tuas mãos
E em mim apenas teu amor

MISTÉRIO

Tentei
Desvendar
Todos os mistérios
Em ti
Ocultos
Tentei
Conhecer
Seu sorriso
Decifrar
Suas palavras
Entender
Seu amor
Tentei
Seguir teus passos
Mas tudo
Em você é mistério
Tudo em você
Se faz em segredo
Tentei
Ir além
E me perdi
Pra depois te achar
Em minha luz
Sem máscaras
Sem mistérios
E cheio de amor
Por mim

FELICIDADE

Sou feliz
Tenho felicidade
Em mim
Em tudo
O que faço
Em todos
Os instantes
Não deixo
Nenhuma gota
De felicidade
Se perder
Sou feliz
E quero mais
É contagiar
O mundo
Com a felicidade
Que sinto
Há felicidade
Demais em mim
Vida demais
Amor demais
E sou feliz por isso
E sou feliz assim
Desde jeito
Dessa maneira
E quero mais
É contagiar o mundo

ELEGÂNCIA

A noite
Quando o silêncio
Se faz
E os sonhos
Vem cheios
De charme
E elegância
Deixo-me
Levar
Adoro sonhar
Os sonhos
Mais impossíveis
Sinto-me
Voar
Sem medo
De acordar
Quando a noite
Se despede
Sem desculpas
Os sonhos
Deixam-me
As mais doces
Sensações
Volto devagar
Até que nasça
O dia e eu desfile
Por ai a elegância dos sonhos meus

JUVENTUDE

Tanta
Juventude
Que não posso
Deixar
De viver
Não posso deixar
Tudo guardado
Em mim
Há tanta vida
Tanto o que fazer
Não posso
Deixar
Nem ficar parada
Vendo a vida passar
Há juventude demais
Em mim
Me sinto menina
Cheia de vida
Cheia de desejos
Tanta juventude
Não posso
Deixar
A idade cortar minhas
Asas
Não posso deixar minha
Juventude
Se perder por aí

OBSTÁCULOS

Tantos

Obstáculos

Que já passei

Tantos

Obstáculos

Que ainda irei

Ultrapassar

Peço

Apenas

Tranqüilidade

Preciso

Apenas

Manter meus olhos

Abertos

Minha mente serena

Meu corpo

Descansado

Tanto ainda

Que estar por vir

Tanto ainda

Para superar

Sei que vou conseguir

Preciso apenas

Continuar amando

Continuar vivendo

Continuar fazendo o bem



LEMBRANÇAS ETERNAS


Dias vem

Dias vão

Somando

Sempre e um pouco mais

Para minhas

Lembranças eternas

São sorrisos

Que não quero

Esquecer

Palavras

Que ficarão

Por um bom tempo

Em mim

Em meu inconsciente

Consciente

O tempo

Carrega

As cinzas do meu ontem

Para o meu hoje

Serão sempre

Lembranças eternas

Que devagar

Moldam meu espírito

Ficam em mim

Até que o mesmo

Tempo

Apague tudo de mim



4 de fev de 2010

TIMIDEZ


Não sou
Como todas
As flores
Que ficam expostas
Ao sol
Sou
Dona da minha
Timidez
Me guardo
Me resgardo
Me escondo
Não me mostro
Não sou
Como as flores
Que gostam
Da chuva
Prefiro
Gotas mais suaves
Nada que mexa
Muito comigo
Sou dona
Da minha timidez
Dona da minha vida
Diferente
Das flores
Expostas
A luz da lua

SONHOS


Sempre viva
Nos sonhos
Que me alimentam
Nos sonhos
Que me fazem viver
Nos sonhos
Que me fazem
Mehor
Que deixam meus dias
Mais iluminados
Sempre viva
No amor que sinto
Amor
De sonhos
Lindos
Sempre intensa
Buscando
Passo a passo
Os sonhos
Que tenho
Em mim
Na minha suave
Realidade
Sonhos
Que me fazem viver
Cada vez mais
Cada vez melhor

CANDURA


Às vezes
Erro
Me desespero
Tenho vontade
De sumir
Por aí
Ir para longe
Onde ninguém
Saiba de mim
Às vezes
Me bate aquela
Saudade
Aquela vontade
De ficar
Na minha rede
Balançando
Às vezes
Procuro meu canto
Para que possa
Buscar de novo
Minha candura
Minha paciência
Voltar a ver em tudo
Sem com pureza
Tirar o veneno
Que muitas vezes me atormenta
Às vezes me desespero

CORAÇÃO PURO

Terei
Sempre
O coração puro
Para que
Devo guardar
Maldade
Porque devo
Cultivar
Rancor
Terei
Sempre
O coração puro
Para que possa
Ver tudo
Da melhor maneira possível
Para que nada
Me faça
Ou me deixe triste
Deixo
Fora de mim
O que me magoa
O que tenta enfeiar
Minha alma
Terei sempre
O coração puro
Para que possa olhar
O mundo sem maldades

VAIDADE

Busco
Em casa gota
De água
Que caí
Um pouco
Do meu reflexo
Busco
Sempre
Um pouco
Da luz
Reflexo
Da vaidade
Que existe em mim
Busco
Sempre a inspiração
Das rosas
Quero sempre
O melhor em mim
O melhor perfume
Espalhado
Pelo ar
Busco
Em tudo
Um pouco de mim
E deixo sempre
Em tudo
Um pouco da minha vaidade

MEMÓRIA

Guardo
Na memória
Todos os bons momentos
Que vivi
Tenho
Todas as sensações
Como se tudo tivesse
Sido vivido
Ontem
Guardo
Na memória
Minhas melhores
Histórias
Meus melhores dias
Não deixo
Que nada se perca
Não esqueço
Nenhum
Rosto
Tenho tudo
Vivo em mim
Os abraços
Alguns tapas que dei
E que levei
Guardo tudo
Que fez e que faz parte
De mim

INOCÊNCIA

Sou
Menina
Sou mulher
Cheia de sonhos
De ventos
Que sempre
Me levam
Pelos cantos mais lindos
Sou menina
Sem medo
De ter
Nos olhos
Ainda
A inocência viva
Sou mulher
Feita
Desejos
Feita
Paixões
E amores
Querendo
Ser uma única
Rosa
De um jardim
Sou mulher
Menina
Malvada, inocente

SIMPATIA


Sou
Assim
Transparente
Feita de sorrisos
E simpatia
Mesmo
Quando
Dói
Em mim
Alguma dor
Disfarço
Não digo
Sou assim
Escondo
Apenas
Do mundo
O que me deixa
Triste
Sou feita de vida
De alegria
De simpatia
Ninguém
Precisa além de mim
Saber
O que me deixa triste
Precisam apenas
Do meu sorriso da minha alegria

PROTEÇÃO E AMOR

Quero
O que dou
Preciso
Sempre
De proteção
E amor
Só sei cuidar
Zelar
Proteger
Só sei
Dar amor
Deixei
De bater
Minhas asas
Esqueci
Como se voa
Quero de voltar
O amor
Que dou
A proteção
Que me fará voar
De novo
Estou viva
Sinto o amor
Transbordar em mim
Preciso ter também em mim
Proteção e amor

PODER

Tenho

O poder

De encantar

Como as rosas

Tenho

O poder

De convencer

Com as verdades

Sempre

Ditas

Tenho

O poder

De amar

O amor mais intenso

Ter em mim

O calor

De todos

O mais quente

Tenho

O poder

De me fazer entender

Sem nada dizer

Sou feita de luz

Feita de encantos

Tenho o poder

Doce

De deixar a vida acontecer



FELICIDADE

Sou feliz
Feliz
Como sempre quis
Andando
Livre
Pelos meus caminhos
Distribuindo
Cada vez mais
Sorrisos
Sou feliz
Por ser quem sou
Por voar
Pelo mundo
Por poder
Sorrir
Sempre
Por me sentir
Vida
Amada
Querida
Sou feliz
Feliz por tudo
O que há
Pelos amigos
Pela família
Pela paz da minha
Vida

SORTE

E Deus
Abençoou-te
Deu-te beleza
Saúde
Inteligência
E um punhado
De sorte
E Deus
Mandou
Que viesse
Para a Terra lugar
Onde moram
Os anjos
Disse
Vai e encanta
O mundo
Com tua beleza
E você
Nasceu
Cheia de luz
Cheia de encantos
Um anjo
Vivo
Entre nós
Cheia de sorte
Cheia de vida
Distribuindo sua alegria

BEL-PRAZER

Bebo
Um pouco
De cada sorriso
Alimento-me
De todas as experiências
Vou decifrando
Traduzindo
Sentimentos
Tudo
Pelo bel-prazer
De viver
Dias cada vez
Melhores
Bebo
Cada dia
Um pouco
Das verdades
Quase sempre escondidas
Me desfaço
Dos medos
De todos os receios
Tudo pelo
Bel-prazer da vida
Que canta ensolarada
Todos os dias
Vivo
Aprendo e ensino

DESCONFIANÇA

Gosto

De quem olha

Nos olhos

De quem

Fala sem rodeios

Gosto

De quem

É sincero

E diz

Verdades

Sem medo

Não gosto

De quem anda

Com a cabeça baixa

Essa gente

Que tem a voz

Baixa

Desconfiança natural

Gosto

De quem me cerca

De segurança

Quem me faz andar

Por aí

Mesmo sem conhecer

O caminho

Caminho de olhos fechados

Sem medo

TRISTEZA

Alguns dias
Deixo
Levar-me por
Uma tristeza
Finita
Fico
No meu canto
Pensando
Olhando
Tudo aquilo
Que está
A minha volta
Alguns minutos
Paro
E deixo
A tristeza
Sair devagar
E volto mais
Disposta
Para a vida
Sem deixar
Que a tristeza se espalhe
Por aí
Machucando quem amo
Alguns dias
Fico assim
Centrada em mim

AMABILIDADE

Sou
Feita de amor
E de sonhos
Sou
Feita
De verdades
Em mim
Sempre
Amabilidade
Em mim
Sempre
Bem querer
Sempre
Um ninho
Para que pousem
E levem
Meu sorriso
Sou feita
De bondade
E Do perfume
Das flores
Em meus braços
Amabilidade
Amor
Sem doses
Amor a toda hora
Sou assim feita de verdades

BONDADE

Aprendi

Desde que nasci

Que devemos

Semear

O bem

Plantar

Em vasos

Espalhados

Pela vida

As flores

Da bondade

E vivo

Assim

Colhendo

Tudo o que

Plantei

Toda bondade

De volta para mim

Foi assim

Que aprendi

Que recebo

De volta

O que doei

Todos os sorrisos

Todo amor

Todos os braços abertos


TRISTEZA PROFUNDA

Não dói

Tristeza nenhuma

Nem dor

Profunda

Não tenho mais

Coração ferido

Já o arranquei

Do peito

Meu peito

Está vazio

Não corro mais

O risco

De amar errado

Nem de deixar

Meu coração

Mergulhado

Em lágrimas de uma saudade

Que jamais passará

Não dói

Mais em mim

Tristeza

Todas as dores passaram

Morreram secaram

Não bate mais em

Meu peito

Coração machucado

Está curado, enfim cicatrizado



ESPERANÇA


Dias vem
E dias vão
Trazem
Na mala
Pilhas e pilhas
De esperança
Sempre
Dias vem
Carregado
De bons sentimentos
Dias vão
Levando
Todas as frustrações
E deixam
Ainda as sensações
De esperança
Plantadas
Para que o dia
Seguinte
Nasça
Renovado
Dias vão
E dias vem
Sempre
Trazendo na mala
Esperanças

3 de fev de 2010

CONFIANÇA


Sempre
Acredito
No que me dizem
Em tudo o que me falam
Sobra confiança
Em mim
Não há
Porque desconfiar
Seria como
Andar entre amigos
De olhos fechados
Sempre
Acredito
Porque sou assim
Feita de verdades
Até que me mostrem
O contrário
Não desconfio
De sorrisos
Nem de abraços
Acredito
Nas palavras
No amor
Que dizem sentir
Devo confiar
Deixa que a confiança cuide mim
Antes que enlouqueça

MENSAGEM

Não creio
Nas pessoas
Que passam pela vida
E não deixam nada
Não creio
Nas pessoas
Que se prendem
No passado
Não posso acreditar
Que tudo
Fica
Que tudo passa
Tantas mensagens
Que ensinam
Tanto para aprender
E ensinar
Não posso
Crer que existam pessoas
Que fiquem
Com os olhos fechados
E deixam
Instantes sagrados
Perdidos
Tantas mensagens
Escritas
Pata sempre perdidas

FRIEZA

Tanta frieza
No amor
De hoje
Que às vezes
Sinto saudades
Do amor
De antigamente
Tantos olhos
Que nos olham
E não
Nos vêem
Olhos
Cada vez
Mais distantes
Tanta frieza
Nos corações
Que tenho medo
Do amanhã
As mãos
Cada vez mais distantes
E as vozes
Cada vez mais
Em silêncio
Há frieza demais
Nas ruas
E tanto amor
Em mim

CONSTÂNCIA

Gosto
Do sempre
Das coisas
Que acontecem
Constantemente
Gosto
Das mãos dadas
Das cores
Naturais
Gosto dos mesmos
Ventos
De todos os dias
Gosto
Sempre
Do mesmo amor
Não gosto
De amores que passam
Gosto
Da constância
Dos beijos
E abraços
E nas noites
Ter sempre
O amor
Do lado
Envolvido sempre
No meu abraço

TERNURA

Ternura
É despertar
Com o som
De um sorriso
Ternura
É o doce
Perfume
Das manhãs
Que nascem
Tranqüilas
Ternura
É saber
Que há sempre
O abraço
O aconchego
Do peito
Há sempre
Um ninho
Ternura
É encontrar o amor
Caminhando
Lado a lado
Ternura
E saber que posso
Sempre ser eu
Ternura
É encontrar minha paz em você

ENCONTRO

Encontro
Pedras
Flores
Encontro
Risos
Magoas
Encontro
Alegria
Via
Encontro
Razões
Encontro
Muita vida
Muita alegria
Encontro smpre
Mil motivos
Para sorrir
Sempre para querer
Mais e mais
Encontro
Sempre minha paz
No meu sorriso
No meu canto
Em todos que se aproximam
De mim
Encontro sempre motivos
Para ser feliz

DIGNIDADE



Aprendi
Amar
Sou digna
Do amor
Que tenho
Do amor que sinto
Aprendi
Amar
As diferenças
De quem amo
E me fiz entender
Sem precisar
Esbravejar
Sem precisar gritar
Sou digna
De tudo
Dignidade
Não se pede
Não se exige
Dignidade está
Incrustada
Na alma
Aprendi a amar
E amo
Sem querer nada mais
Do que o amor
Que sinto

PREFERÊNCIA

Prefiro
Que tudo
Seja sempre intenso
Não gosto
De coisas mornas
Frias
Gosto do calor
Do sabor
Que marca
Prefiro
Os ventos
Que sopram
Nos dias
De calor
Prefiro
Coisas naturais
Que acontecem
Sempre como uma gostosa
Surpresa
Sou assim
Tenho preferência
Por tudo
Que me conquiste devagar
Sem exigir
Muito de mim
Prefiro que tudo
Seja sempre simplesmente natural

ALEGRIA



A alegria
Está em mim
Em tudo o que faço
Nas minhas manhãs
Nas minhas tardes
Há alegria
Espalhada
Por toda minha casa
Por toda
Minha vida
Pelas canções que canto
E por todos
Os meus caminhos
Não consigo
Não ver
A alegria
Sem senti-la
Em tudo
O que eu faço
Está em mim
Na minha vida
Há alegria
Dentro de mim
Que transborda
Por todos os rios
Há alegria viva em mim

CONSOLO

Chorei
Demais
E cansei
De chorar
Busquei
Consolo
Nas flores e nos amigos
Nos braços
Que sempre
Estavam abertos
Sofri demais
Cansei de sofrer
Não posso
Mais
Quero consolar
Quem e consolou
Quero abraçar
Quem me abraçou
Andei triste
Sem graça
Sem vida
Busquei consolo
Nos sorrisos
Que estavam sempre
E revivi e renasci
Para amar e consolar
E viver ainda mais

DEVOÇÃO

Amo o bem
Adoro a Deus
E me curvo
Diante do senhor
E sigo
Suas palavras
E ensinamentos
Pura devoção
Amor recíproco
Amo o bem
O amor maior
Que está em tudo
Manifestando-se sempre
Através da luz
Amo
Fazer feliz
Quem me cerca
Fazer o bem
Sem pedir
Sem querer nada além
Amo
O amor
De Deus
Amor de bondade pura
Bondosa devoção
Que me faz bem
E me faz feliz

CAPRICHOS

A natureza
E seus caprichos
Respondendo
Sempre
Com sutileza
Dizendo
Sem palavras
O que gosta
E o que não gosta
Eu sou
Assim
A natureza
Em estado bruto
Cheia de caprichos
Feita de detalhes
Cheia de palavras
Que saem soltas
Sempre
Que me dizem
Também
Doces palavras
Sou feita a natureza
Que demonstra
O que pensa e o que sente
Natureza vestida de mulher

2 de fev de 2010

DOR

Mandei
Embora
De mim
Toda dor que havia
Mande embora
Magoas
E ressentimentos
Para viver
Enfim
A felicidade
Mais intensa
Joguei fora
As cartas amarelas
As velhas fotografias
Mudei aos hábitos
Tirei
Toda poeria
Arrumei
Todas as malas
E gavetas
Me desfiz da dor
Do passado
E de tudo
Que me deixava triste
Quero mais
É ser feliz
E ter sempre alegria em mim

SINCERIDADE

Gosto de ser
Assim
Não posso
E não sei
Ser diferente
A sinceridade
Está em mim
Isso não é defeito
Não escondo o que sinto
Muito menos
O que penso
Não preciso de máscaras
Gosto
De ter a sinceridade
Escancarada
Quero mais
É que o mundo sabia
E conheça
Essa meu jeito
Não tenho por que
Mentir
Nem porque disfarçar
Gosto das palavras
Soltas
Gosto de dizer o que penso
Faço da sinceridade
Meu estilo de vida