28 de jan de 2010

AMOR ARDENTE

Esse amor
Ardente
Que queima em mim
Que me deixa assim
Tão vulnerável
Esse amor
Ardente
Que sopra
Em mim ventos quentes
De um verão
Que não passa
Amor
Que me faz
Sempre ter a necessidade
De querer
Cada vez mais amor
Uma dependência
Um vício
Esse amor
Sempre ardente
Em meu coração
Me faz voar
Pela imensidão
De mim mesma
Eterna, apaixonada, carente