31 de mai de 2008

PENSAMENTO SURREAL


fugindo da realidade
se perdendo
criando saídas
para fugir de si
para fugir de tudo
o que desagrada
pensamento surreal
inventado
como droga
para esquecer
e não ver
a realidade
como depressão
feito doença
fechado
em si
sem força
pensamento surreal
que faz mal
escurece a alma
apodrece a alma
fugas de tudo
das coisas ruins
das coisas feias
que existem
como doença
sem cura
como vício

CÂNCER MALÍGNO


maldade
obsessão
possessão
raiva
rancor
mágoa
ciúmes
ódio
posse
mais a violência
mais o medo
de tudo
de uma sombra
de um vulto
tudo junto
câncer malígno
que vai se alastrando
sem cura
pessoas se perdendo
cancerígenas
sem saber que são
pela maldade
por tudo de ruim
que semeiam
que plantam
não plantam
arrancam
câncer malígno
sem cura

MUNDO DE ILUSÃO


quantas coisas
existem
mundo de ilusão
pessoas
sonhando
buscando
mundo opaco
mundo vazio
quantas e tantas ilusões
ofertadas
quantas coisas
ali na esquina
mundo de ilusão
mundo de portas abertas
para tudo
vendendo
e doando
tudo o que se quer
tudo o que se pensar
mundo que dá
que vende
que empresta
mundo de ilusões
em cada esquina
mundo
muitas vezes imundo
iludindo
fazendo ilusão

CAMPO MINADO


andar com você
é andar em campo minado
toda linda
todo mundo olhando
para você
ninguém me vê
do seu lado
sou pó
poeira
andar com você
é andar em campo minado
de olhos vendados
o mundo pára
para olhar
sua beleza
para se encantar
com você
eu na sua sombra
desviando das bombas
enterradas
você passa
o mundo pára
eu passo
ninguém vê
e as bombas enterradas
não me matam
nem as bombas me vêem
nem o mundo quando você passa

FOI CASUAL


nosso encontro
foi casual
nosso casamento
o amor
que aconteceu
assim sem mais
nem menos
tudo foi casual
tudo foi mero acaso
coincidência
ou armação do destino
nosso encontro
nosso caso
nosso descaso
foi casual
nosso erro
nossa insistência
em querer
manter o que não tem
jeito
nosso medo de acabar
sozinhos
velhos esquecidos
foi casual
mesmo assim
fomos até o fim
querendo provar
se foi mesmo casual

VER A TEMPESTADE PASSAR


gosto de ver a chuva
molhando a terra
gosto do cheiro
do asfalto
gosto de sentir
o cheiro
de terra
gosto de ver a tempestade passar
gosto de ver o céu escuro
se abrir
as janelas também
as mulheres olhando o seu
e os homens
por elas tirando o chapéu
gosto de ver
plantas verdes
molhadas
gosto de ver
a tempestade passar
o céu se abrir
e as pessoas
de volta para a rua
ver a vida de volta
e as plantas
todas verdes
e o asfalto sem poeira
gosto de ver
a tempestade passar

NADA É MAIS IMPORTANTE


nada é mais importante
do que sentir que vale
a pena
nada é mais importante
do que se sentir
importante
para si
para os outros
nada é mais importante
do que ser amado
do que amar
do que ter a consciência
tranqüila
e dormir em paz
nada é mais importante
do que ter alguém
encontrar alguém
querer alguém
e dar graças
por ter esse alguém
nada é mais importante
do que ver nos olhos
do outro
o amor refletido
movendo tudo
nada é mais importante
do que saber que somos todos
filhos do mesmo Deus

TEM QUE PERCEBER


tem que perceber
quando é hora de sair
ou é hora de entrar
tem que perceber
quando agrada
ou quando
desagrada
tem que perceber
o olhar
quando fala
tem que perceber
quando é amor
quando é paixão
tem que perceber
quando as palavras
não dizem
o que querem dizer
tem que perceber
quando fala besteira
quando se fala sério
quando tudo
é apenas brincadeira
tem que perceber
quando é hora de parar
quando é hora de tentar
tem que perceber
tem que perseverar
entender quando é hora

TENHA MAIS AMOR


acima de tudo
tenha mais amor
tenha mais amor
em tudo o que faz
ame amigos
ame seus parentes
namorados
ame seus filhos
ame seu trabalho
ame o que faz
acima de tudo
tenha mais amor
por si
acima de tudo
fale do amor que sente
fale que ama
fale o que pensa
tenha mais amor
no coração
na mente
ame mais
acima de tudo
ame por inteiro
não ame
pela metade
tenha mais amor
por si
por tudo que faz
por todos que ama

O VALOR DE SER ALGUÉM



o valor de ser alguém
não está na roupa
nem na gravata de seda
no sapato importado
nem no carro do ano
o valor de ser alguém
está nos gestos
na capacidade de amar
de fazer o bem
o valor de ser alguém
está nas verdades que diz
no modo de tratar as pessoas
no carinho
no jeito de ser
de se comportar
o valor de ser alguém
está além
do que se vê
além do que se sabe
está na consciência
e em tudo o que faz
no número de amigos
que conquista
na maneira de viver
e na capacidade
de fazer feliz
o valor de ser alguém
é o bem que se faz

CERTEZA SEM FIM

acontece
quando menos se espera
não se espera
mesmo sabendo
acontece
de dia
de noite
o tempo todo
no mundo inteiro
cada segundo
não se prevê
é certeza sem fim
acontece
alguns sabem
quando
outros duvidam que
acontece com criança
com adolescente
com homens
mulheres
velhos
acontece sempre
a toda hora
a morte não espera
quando chega a hora
que hora é essa
certeza sem fim
é a certeza do fim
vem sem promessa
vem lenta
vem depressa
morte
certeza sem fim
quando menos se espera
não se espera

MARIA


Maria
diferente
de tantas Marias
que há
Maria
bela
Maria
linda
Maria sempre Maria
Maria
mãe
Maria
amiga
Maria
agora e sempre poesia
Maria
que cresce
Maria que erra
Maria que aprende
Maria linda que ensina
Maria mulher
diferente de tantas Marias
iguais em tudo
Maria por Maria
Maria de olhos
Maria de sorriso
Maria que não se esquece
Maria
sempre Maria
Marias iguais
e você Maria
bela
linda
diferente de outras
e de tantas Marias

LAPIDANDO


uns já nascem prontos
diamantes puros
alguns vão se lapidando
querendo
ser apenas diamantes
lapidando
suas vidas
buscando
o brilho perfeito
os que nascem prontos
tem de tudo
não precisam
nem de polimento
os outros
tem a vida toda
e ficam
o tempo todo
a vida toda se lapidando
brilham
com muito custo
brilham
por pouco tempo
diamantes
com o mesmo valor
uns diamantes
outros apenas
pedras que brilham
cada qual com seu valor
cada qual com seu brilho
uns com sorte demais
outros com sorte de menos
lapidando
suas vidas
buscando o brilho
que os diamantes tem

É PROVAÇÃO


é provação
ver e não poder
querer e não ter
ter que se calar
e não poder falar
é provação
amar e não poder amar
gostar e não poder gostar
ter que fazer
tudo forçado
é provação
querer silêncio
em meio ao barulho
ter que comer
sem ter fome
beber sem ter sede
é provação
se controlar
quando tudo perde
o controle
se acalmar
quando todos
se desesperam
é provação
renunciar
o amor que se sente
ter que ficar
querendo ir embora
ir embora
quando se quer ficar
é provação
aceitar
o que não aceita
e ter que acreditar
no que não se vê
é provação
viver
do jeito que se vive
querendo mais
podendo menos

TRAJETO MENOR



quanto menor

melhor

trajeto curto

para andar pouco

cansar menos ainda

quanto mais

curto

mais rápido de chegar

mais rápido de voltar

poucos passos

passos curtos

trajetos curtos

tudo breve

ir é bom

voltar,

melhor ainda

trajeto curto

para chegar

trajeto menor

ainda para voltar

andar pouco

arrastado

querendo ficar

obrigado a ir

forçado

querendo ficar

quanto menor

o trajeto

mais rápido para voltar

e ficar como está

onde está

e de onde não queria

ter saído

30 de mai de 2008

RESMUNGÃO


não concorda
com nada
discorda de tudo
tremendo
resmungão
parece velho
ancião
esquecido de tudo
reclama
da vida
reclama do mundo
tremendo
ranzinza
não concorda
discorda
fala que não
gosta de chuva
de trovoada
gosta do frio
tremendo
resmungão
velho jovem
de alma velha
cansada
ancião
tremendo
resmungão
eterno insatisfeito

SEM QUERER


sem querer vi você
segui você
para ver onde morava
sem querer
escrevi na sua parede
nos muros da sua casa
dizendo que sem querer
vi você
passando por mim
e me apaixonei
sem querer
estava no mesmo horário
esperando você
para olhar nos seus olhos
sem querer
vou atrás
ver onde você trabalha
e ficar ali esperando
que saia
para almoçar
e eu possa enfim
me declarar
dizer que vi você
sem querer
passando por mim
e eu fiquei
perdidamente
apaixonado por você

MAIS QUE DEMAIS


mais que demais
essa juventude
esbanjando
vida
sorrindo
vivendo
como bem entender
estudando
muitos, cedo, trabalhando
mais que demais
ver esses jovens
correndo com cadernos
levantando cedo
cheios de pressa
esses mesmos jovens
sentados
na mesa do bar
com os amigos
sem preocupação
como se a vida fosse festa
mais que demais
carros abertos
música
e os jovens
vivendo
as desventuras
e os amores da vida
mais que demais

BRIGA COM ELE


se gosta de mim
briga com ele
enfrenta
e diz o que pensa
se gosta de mim
briga com ele
e vem comigo
diz que não quer mais
que não gosta mais
que não quer mais
briga com ele
e vem para mim
não quero mais
dividir
você com ninguém
quero você minha
debaixo do meu teto
briga com ele
diz o que sente
deixa o medo
do lado de fora
e fala
fala tudo
diz que vai embora
que vai fugir
que vai ser feliz
comigo
e por mim, briga com ele

COPO DE VINHO


vamos beber
beber até perder
o rumo
até perder
o curso
vamos tomar
um copo de vinho
um licor
quem sabe champagne
vamos brindar
comemorar
tudo o que não conseguimos
vamos falar
do que não fizemos
vamos beber
copos e copos de vinho
vamos nos perder
nos embriagar
lembrar das velas acesas
das crianças
que fomos
e tudo o que sonhamos ser
vamos beber
para lembrar
e não para esquecer
beber
até criar coragem
para parar e recomeçar

CONTRA ELA


contra ela
o mundo todo
e seus poucos amigos
seus muitos filhos
amantes
maridos
contra ela
a noite de espera
o dia agitado
contra ela
o descaso
a maldade
as mentiras
e o que não queria
pessoas cercando
palavras
por todos os lados
contra ela
o abandono
da casa
da família
e os amigos
e os filhos presos
chorando
e os maridos
os amantes
e a vida toda
contra ela

REBELDE


chuto latas
cachorros vira-latas
xingo
quem encosta em mim
quem me olha
não gosto
de gente comum
alienadas
que gostam de tudo
e não gostam de nada
chuto latas
e quem me vira as costas
quem diz
que não sou nada
vagabundo
malandro
e que não gosto de nada
sou apenas
diferente
rebelde
não concordo
com as leis
com as cores do mundo
com o colorido absurdo
com as madames de salto
e seus cachorros cor de rosa
chuto latas
chuto cachorros vira-latas

GOSTOSO SOFRIMENTO


sentir saudades
gostoso sofrimento
esperar
saber que vai voltar
esperar
ansioso
a volta
gostoso sofrimento
esperando
o abraço
esperando o beijo
querendo estar
sem poder
gostoso sofrimento
que passa
quando chega
sentir saudades
deixa louco
ansioso
gostoso sofrimento
que faz correr
quando sabe que
vai chegar
e faz pular de alegria
e faz coração saltar
gostoso sofrimento
esperar e saber que vai voltar
e volta e tudo passa

MAIS UMA VEZ SOZINHO


mais uma vez
e sempre
quando me deparo
comigo
estou sempre sozinho
os amigos
mandei embora
quem gostava
de mim
ainda gosta
bem longe
mais uma vez sozinho
não me assusto
sempre andei sozinho
sem cúmplices
sem álibe
sempre me vejo
sozinho
bom assim
não corro perigo
de me envolver
mais uma vez sozinho
sem ninguém
no meu caminho
para ir onde quero
sem falar
sem dizer nada
mais uma vez sozinho

DESCALÇO


queria poder
andar descalço
ir trabalhar descalço
feito índio
queria poder
andar descalço
no ônibus
no metrô
andar descalço
deixar meus pés livres
no máximo
um chinelo
para não queimá-los
no asfalto
andar descalço
quando chover
para sentir
a refrescância
queria poder
pisar na areia
da praia todo dia
descalço
sem esses sapatos
apertados
que fazem meus pés suar
quem dera
quisera andar descalço
por todos os lados

PONTO FRACO


o ponto fraco
das estrelas
o sol
que apaga
sem querer
o seu brilho
o ponto fraco
do sol
a noite
que devolve
o brilho para as
estrelas
o ponto fraco
do meu coração
é ver você chegar
sorrindo
me desmonto
caio
ensaio palavras
não consigo
me retraio
meu ponto fraco
é me calar
quando você
me sorri
e eu emudeço
sem saber o que falar
ensaiando para dizer um dia

TRAUMAS


pessoas
pessoas escondidas
pessoas e seus traumas
por amor
em sua maioria
pessoas comuns
e seus problemas
seus traumas
de infância
traumas
por não serem
tão perfeitas como
gostariam
pessoas escondidas
entre a multidão
sem sorriso
preocupadas
pesadas
pessoas comuns
e seus traumas
guardados
segredos não contados
traumas
do amor que sentem
e não querem
sentir mais
feito você, feito eu

VACÂNCIA


vacância
tantos corações
desse modo
desse jeito
corações vagos
vazios
corações a mil
passos acelerados
olhos para todos
os lados
buscando
outros corações
na mesma vacância
com o mesmo vazio
na mesma reta da solidão
corações
não podem
bater de solidão
parar de bater
sem ninguém
essa vacância
que se faz
corações vagos
cheio de acasos
buscando
querendo encontrar
coração também
vazio para se entregar

SOLILÓQUIO


vejo os loucos pelas ruas
tantos loucos solilóquios
perdidos
em um mundo
que não pertence
a ninguém
vejo os loucos
famintos
devorados pela solidão
rasgados
pés no chão
inconscientes
sem memórias
lembranças
não existem
ninguém que espera
família perdida
loucos sem ninguém
solilóquios
vivendo
vegetando
longe de tudo
perto de nada
em seus desertos
tantos loucos
que se entendem
deitados no chão
em silêncio e solilóquios

ANTAGÔNICO


sempre em sentido contrário
na contra-mão
lendo o que ninguém lê
ouvindo o que ninguém ouve
sempre antagônico
amando quem odeia
odiando que ama
sempre andando
em lado oposto
colhendo espinhos
e não flores
vivendo a noite
da noite que se faz
sempre em sentindo contrário
jamais indo
voltando sempre
nascendo
todos os dias
enquanto muitos morrem
sempre de fora para dentro
vendo o que ninguém olha
e o que desprezam
é o que mais adora
sempre olhando as avessas
vendo o mundo
de trás para frente
antogônico, totalmente

29 de mai de 2008

3000 PEDAÇOS DE MIM

3000 pedaços de mim
espalhados pelo mundo
3000 pensamentos
3000 poesias
em um universo
que divido
universo em que vivo
e deixo as portas abertas
para que o mundo
leia
para que o mundo navegue
3000 pedaços de mim
fragmentos que deixo
minhas cinzas
3000 pedaços
de muitos que ainda virão
quero mais
muito mais
tenho sede
fome de escrever
de me dividir
em 3000 pedaços
em 10000 partes
em um milhão
3000 pensamentos
3000 poesias
de mim
para você
sempre
e
sempre
e mais
cada vez mais
OBRIGADO, OBRIGADO, OBRIGADO

INESQUECÍVEL DIA


quero fazer o meu hoje
valer a pena
tornar meu inesquecível hoje
para sempre
eternizá-lo
até que outro dia
se torne meu dia
preferido
quero fazer meu hoje
o único
fazer dele
a diferença na minha vida
até que outro dia chegue
e substitua
e me faça ainda mais feliz
quero fazer meu hoje
valer a pena
inesquecível hoje
até que o amanhã chegue
e eu possa transformá-lo
no inesquecível hoje
um dia por vez
sentindo e vivendo
suas horas
inesquecível hoje
até que o amanhã chegue
e supere meu inesquecível hoje

VÍCIO DE AMAR


o vício que tenho
não é por cigarro
não é por bebida
o vício que tenho
é o vício de amar
não abro mão
amo todos os dias
amo de noite
amo de dia
amo assim que acordo
amo à tarde
o vício que tenho
é apenas um
vício de amar
não quero terapia
não quero tratamento
quero amar
amar até morrer
amar é o que gosto
é meu vício
vício de amar
de amar sempre
amar sempre que puder
de noite
de dia
de tarde
de madrugada

VOU ME CONFESSAR

antes de morrer
vou me confessar
falar o que fiz
e o que queria fazer
antes de morrer
vou fazer de tudo
falar tudo
vou me confessar
trancado
no meu quarto
deitado
no meu leito
vou ficar nu
acender um incenso
não vou falar com Deus
Ele já me conhece
meus erros
eu também conheço bem
vou me confessar
para o mundo
sem pretensão
de ir para o céu
nem para o inferno
quero apenas morrer
em paz
vou me confessar
falar o que Deus já sabe
vou me libertar

DEIXO A VIDA FLUIR


não ponho regras
nem conduzo
minha vida
com leis
deixo a vida fluir
deixo a vida seguir
seu rumo
seu curso
não imponho nada
apenas sigo
não peço nada
deixo a vida fluir
seguir seu caminho
não ponho amarras
nem faço as regras
eu apenas seguro
para não deixar
a vida fugir de mim
deixo a vida fluir
se transformar
sempre que quiser
sempre que achar
necessário
não ponho regras
nem defino
o que pode ou não pode
a vida
deixo a vida fluir

TIJOLO POR TIJOLO


tijolo por tijolo
vem o tempo
e derruba tudo
tijolo por tijolo
devagar
preparando o cimento
vem o tempo
destrói tudo
tijolo por tijolo
não há como
proteger
o tempo
nem com muito cimento
nem com argamassa
massa fina
massa corrida
alicerces de chumbo
o tempo vem
e destrói tudo
tijolo por tijolo
a vida toda
a vida inteira
o tempo só olhando
esperando
para derrubar
para destruir
tijolo por tijolo
nada segura, nada impede

PROBLEMA MEU


tardes frias
eu sem blusa
chão gelado
eu descalço
tenho fome
geladeira cheia
quero escrever
não tenho canetas
quero falar
ninguém me escuta
tomo remédio
para dor alguma
noites
televisão ligada
rádio ligado
barulho
não escuto
não vejo nada
o que há
é meu problema meu
casa bagunçada
roupa jogada
não tenho vontade
de nada
tardes frias
eu sem nada
chão gelado
eu descalço
problema meu

NUNCA MAIS É MUITO TEMPO


talvez um dia
vamos rir de tudo
ou chorar por tudo
talvez um dia
sentados
na varanda
da casa que ainda
não existe
possamos lembrar
que nunca mais
é muito tempo
talvez um dia
se nossa velhice
não for interrompida
pela morte
possamos
sentados
frente ao mar
um dia quem sabe
lembrar das nossas
emoções
e dizer que valeu a pena
viver e errar
e ousar e amar
talvez um dia vamos
brindar com as taças
que nos deram
e ter a certeza
que nunca mais
é muito tempo

NÃO POSSO ACEITAR


não posso aceitar
e fica calado
sempre que puder
vou lançar meu clamor
vou gritar
não posso aceitar
desigualdade
preconceito
não posso permitir
e fechar os olhos
sempre que puder
vou pedir
pedir por nós
clamar
não posso aceitar
a miséria
a violência
ver pessoas jogadas
não posso me calar
vou sempre lembrar
bradar, gritar
há muito para se fazer
para se mudar
não posso aceitar
fingir que não é comigo
quando puder
vou falar, gritar, berrar
salvem o homem

MEU JEITO DE SER


não mudo mais
daqui
para a frente
só pioro
vou ficando
mais arredio
me fechando
cada vez mais
meu jeito de ser
as roupas que visto
e que não tiro
não mudo mais
fico cada dia pior
feito bicho
trancado
daqui para frente
piorando
mudando o jeito
de olhar
não aceitando mais
com tanta facilidade
imposições
meu jeito de ser
cada vez mais
introspectivo
com a voz muda
e os olhos
fechando

FAÇA ALGUMA COISA POR MIM


faça o que quiser
me dê aquilo
que achar que eu mereço
reze
ou jogue pedras
me abrace
ou me esqueça
faça alguma coisa por mim
me leia
ou me rasgue
diga que me ama
ou simplesmente me odeie
faça o que quiser
me despreze
me ignore
ou me ame
faça alguma coisa por mim
chore
ou me bata
me castigue
me maltrate
não importa o que fizer
apenas faça
faça a vida acontecer
em mim
faça tudo valer a pena
me ame
ou me odeie

É DISSO QUE EU PRECISO


é disso que eu preciso
de silêncio
de escuro
preciso sonhar
e deixar
acontecer
é disso que preciso
da calmaria
que a noite me dá
e o dia me empresta
é disso que preciso
do amor
do carinho
afeto
preciso me sentir amado
querido
também sou
de carne e osso
e sentimentos
alguns perdidos
outros
sei lá por onde andam
é disso que eu preciso
entender o que não entendo
e falar o que penso
amar
ser amado
querido, buscado, lembrado

DEI A CARA PARA BATER


fui na frente
dei a cara para bater
sem medo
enfrentei
meus medos
meus erros
minhas fraquezas
a perna tremia
queria falar não conseguia
dei a cara para bater
deixei as palavras
morrerem
fiquei sem nada
com minha culpa
sem defesa
fui na frente
sem medo
tinha que enfrentar
enfrentei
o que não queria
dei a cara para bater
paguei o que devia
e o que não devia também
excomungado
condenado
fui na frente
dei a cara para bater
sem medo

A GENTE NÃO TEM JEITO


somos assim
crianças
crescidas
a gente não tem jeito
brincamos com tudo
com todos
somos assim
de bem com a vida
não pode ser diferente
tem que ser desse jeito
melhor maneira
de encarar
tudo o que vem pela frente
a gente não tem jeito
quem vê
nos chama
de loucos
crianças crescidas
somos assim
para que ser diferente
andar por aí
cismado
emburrado
melhor é brincar
feito crianças
crianças
crescidas
a gente não tem jeito

28 de mai de 2008

FABY


quanta luz
quanta meiguice
fascina
quanto brilho
seu
só seu
entendo
a vontade
divina
espalhando anjos
na terra
anjos de luz
de imensa luz
anjos da justiça
anjos da bondade
quanta luz Faby
luz intensa
luz divina
que não se fecha
se doa
compartilha
clareia
faz bem
ilumina
não duvido mais
de anjos aqui na terra
quanta luz
sua luz Faby

FAZ UM ANO




faz um ano
que parei de beber
que parei de fumar
que parei de amar
que parei de viver
faz um ano
que não beijo mais
que saio mais
que não sei quem sou
faz um ano
que não corto
meus cabelos
que não faço
a barba
que não troco de roupa
que não ponho meus pés
no chão
faz um ano
que parei com tudo
que larguei o mundo
que subi
para o alto
o alto mais longe
faz um ano
que desisti
que deixei de viver
faz um ano que esqueci
quem é você
e quem sou eu

RINDO DE QUÊ


fica rindo de quê
não tem graça
tanta desgraça
fica aí
feito bobo
rindo do mundo
rindo de quê
das bobagens
e das besteiras
das palhaçadas
das caretas
desse povo sofrido
rindo de quê
da pobreza
da tristeza
do sofrimento
desse povo
rindo do quê
da desgraça alheia
sem graça
fica aí feito
bobo
sentado na praça
olhando quem passa
rindo de quê
se olha no espelho
ri de você
verá que não tem graça

MAIS UMA CHANCE


quantas eu puder
quantas eu merecer
sempre
pode vim
darei sempre
mais uma chance
nada é igual
ninguém é igual
a ninguém
quantas você pedir
quantas vezes você merecer
pode vim
basta falar um oi
mais uma chance
todos os dias
tentamos
brigamos
diferentes
quantas eu puder
quantas vezes bater
vou abrir
nem precisa mais
pedir licença
entre e peça
mais uma chance
eu darei a você
basta dizer um oi

MARES DE TI


desde então
mergulho
nos mares de ti
na imensidão
do teu mar
do teu olhar
desde então
não sei fazer
mais nada
sei apenas
mergulhar
nos mares de ti
na tua imensidão
me perco
de tanto querer mais
ficar no teu mar
nadar
mergulhar
ficar em ti
nos mares de ti
ficar ali
sentindo
o que há de melhor
no teu mar
me perder
neste amor
que chamo apenas
mares de ti

COISAS DA VIDA


pense
neste minuto
quantos estão nascendo
quantos nesse minuto
estão morrendo
pense
neste minuto
quantas pessoas se matam
quantas pessoas matam
pessoas sendo presas
sendo julgadas
sendo condenadas
pense
namorados se amando
pessoas trabalhando
outras sem fazer nada
pense
quantos estão jogados nas ruas
esquecidos nos asilos
quantos filhos estão perdendo
seus pais
e quantos pais choram por seus
filhos
pense
pessoas roubando dinheiro
e quanta gente jogando dinheiro fora
pense na comida que jogou no lixo
e lembre-se, quantas pessoas famintas
revirando lixo
neste minuto
quantos casais fazem sexo
quantos se fecham
em seus quartos e se drogam
pense
neste minuto
quantas pessoas
estão se perdendo
estão se achando
quantas pessoas nos leitos
de hospitais
quantas pessoas
neste minuto
oram
rezam
seis bilhões
e para tantas pessoas
um só Deus
tudo isso
e muito mais
e um só Deus
coisas da vida